8 Dicas Para Escrever Linhas De Assunto Incríveis

A partir do momento que você encaminha um e-mail para o destinatário o primeiro item na caixa de entrada a ser observado por ele é a linha de assunto.

É a linha de assunto que quando bem elaborada diferencia se o e-mail enviado do destinatário será aberto, excluído ou denunciado como spam.

Especialistas recomendam que a linha de assunto seja clara, desperte interesse no leitor ou alguma emoção como urgência, curiosidade, necessidade etc.

Neste artigo, vou te apresentar 8 dicas incríveis que podem ser aplicadas na criação de linha de assunto no marketing por e-mail.

Importância da linha de assunto:

A linha de assunto é um dos elementos indispensáveis no marketing por e-mail. Segundo pesquisa realizada pela Chadwick Martin Bailey, 47% dos destinatários de e-mail decidem se desejam ou não abrir um e-mail apenas com base na linha de assunto.

Diante disso, você pode perceber o quão importante é a linha de assunto. Pode parecer contraditório, pois a linha de assunto é uma parte pequena da sua mensagem, mas é a primeira impressão ao destinatário do e-mail enviado por você.

Assim, fique atento a sua linha de assunto, pois as palavras que você escolhe podem ter um grande impacto sobre os resultados da sua campanha de e-mail marketing.

Linhas de assunto curtas

Antes de tudo, acredito que a primeira coisa que você deve desejar é que o destinatário do e-mail esteja disposto a ler o seu e-mail, afinal do que adianta escrever um e-mail que não será lido. Certo?

Normalmente, os usuários de e-mail querem examinar rapidamente sua caixa de entrada, constatando o que há ou não de interessante.

Então, para fazer com que os destinatários do e-mail queiram ler a sua mensagem é indispensável ter uma linha de assunto curta, que utilize palavras importantes e de impacto e que deixe de lado informações secundárias.

Não use nome de remetentes desconhecidos

Você já deve ter excluído um e-mail recebido de um remetente desconhecido, isso é normal, inclusive, caso você encaminhe o e-mail para um destinatário e ele não o conheça, é provável que o seu e-mail vá direto para a lixeira.

Assim, evite utilizar e-mails como noreply@company.com quando for se comunicar com seu cliente. Demonstre para ele que por trás da organização que você representa existem pessoas reais, preocupadas com ele.

Não utilize termos que podem configurar spam

O marketing por e-mail apresenta um ótimo retorno por investimento. Em decorrência disto, desde o surgimento das primeiras campanhas de marketing por e-mail os usuários começaram a ter sua caixa de entrada repleta de e-mails não solicitados.

Esses e-mails não solicitados pelos destinatários são chamados de spam. Apenas para fins didáticos, tenho que te falar que alguns países possuem leis e políticas específicas para tratar deste assunto.

Assim, evitar ser considerado um spammer, aquele que pratica spam, é fundamental para a efetividade da sua campanha de marketing.

Nesse contexto, linhas de assunto muito agressivas, oferecendo vantagens excessivas podem ser marcadas como spam. Isso quer dizer que você deve evitar utilizar muitos pontos de exclamação, letras maiúsculas de forma exagerada ou uma linguagem promocional do tipo “compre agora” ou “grátis”.

Ao invés disso, concentre-se na experiência que o destinatário pode ter com a informação ou promoção e na possibilidade de que este conteúdo seja compartilhado pelo usuário com sua rede de relacionamentos.

Entendendo o público-alvo

Nada é mais importante do que ter em mente quando você está elaborando uma linha de assunto de e-mail qual é o público-alvo, suas preferências, necessidades e hábitos.

Quando se fala em público-alvo e linha de assunto você precisa entender que compreender seu público-alvo é fundamental para que sua empresa possa oferecer a eles o que precisam.

Então, que tal pensar nos pontos fortes da sua empresa e destacar essa informação na linha de assunto e, além disso, personalizar o conteúdo adequando-o ao público-alvo.

Afinal, hoje em dia, o profissional de marketing por e-mail tem diversos recursos para aprender as preferências e interesses do seu público-alvo.

Segmente suas listas

Já disse aqui em outros artigos a respeito da importância de ter uma boa lista de e-mails. Mas, tão importante quanto ter uma boa lista de e-mail é segmentá-la.

Para segmentar sua lista você pode separar os diferentes e-mails presentes nela em grupos ou subgrupos, baseando-se em determinados critérios.

Assim, quando você for encaminhar um e-mail marketing poderá direcioná-lo para aquele grupo, ressaltando na sua linha de assunto palavras que são relevantes para o grupo.

Segmentar é importante pois, mesmo dentro da sua lista de e-mail, existem pessoas com interesses diferentes e preferências diferentes.

Portanto você deve buscar ser relevante e produzir conteúdos úteis e enviá-los para os diferentes segmentos da sua lista de e-mail.

Por outro lado, caso você não tenha uma segmentação precisa, podem ocorrer falhas na comunicação, como no seguinte exemplo: um restaurante que ao não segmentar sua lista de e-mails e acaba encaminhando uma promoção de churrasco para clientes que são vegetarianos.

Imagine só qual foi a reação desse grupo de clientes. Acredito que a primeira pergunta seria, por que estou recebendo conteúdo de churrascaria se eu nem como carne?

Por isso é tão importante segmentar a sua lista utilizando alguns critérios mínimos para verificar qual conteúdo você pode encaminhar para estas pessoas que seja realmente relevante e que se adeque as preferências delas.

Desse modo, a segmentação afetará diretamente as palavras e a maneira com que você vai construir a linha de assunto, se pautando diretamente na segmentação.

Se você prometeu, é melhor cumprir

Você já sabe que a linha de assunto é importante para o sucesso das suas campanhas de marketing por e-mail, pois ela será um dos primeiros itens que o destinatário vai observar ao receber seu e-mail.

Caso você faça alguma promessa ao leitor na sua linha de assunto, sugiro que você entregue na sua mensagem aquilo que prometeu. Portanto, trate de se certificar que cumpriu este compromisso.

Não faça falsas promessas para que o destinatário abra os e-mails, pois no geral essa prática vai gerar certa desconfiança do público com seu e-mail, afetando diretamente a taxa de abertura do e-mail e aumentando a taxa de cancelamento de inscrições.

Para isso não acontecer, lembre-se desta frase: “se prometeu é melhor cumprir”.

Desperte emoções no destinatário do e-mail

Você pode abordar em sua linha de assunto ofertas, promoções, benefícios do produto ou serviço oferecido, dentre outros.

Mas nada é tão eficaz como despertar a emoção do destinatário do e-mail. Você pode provocar sentimentos como o de urgência, curiosidade, etc.

Um ótimo meio de comunicar urgência para o seu público é transmitir a ideia de escassez na sua linha de assunto, podendo auxiliar consideravelmente na sua taxa de abertura e na taxa de cliques.

Por exemplo: você pode oferecer alguma promoção ou indicar que os produtos e serviços oferecidos nesta promoção já estão acabando, incentivando o destinatário a tomar uma ação.

Outro sentimento que pode ser despertado na sua linha de assunto é a curiosidade. Para isso você deve abordar algo que seja compatível com o interesse do destinatário, pois a sua intenção é que ele abra o e-mail e busque a informação que se encontra no corpo do texto. Aguçar a curiosidade do leitor pode resultar em uma taxa de abertura maior.

Por fim, outra emoção que pode ser despertada é a respeito do senso de novidade. As pessoas adoram novas experiência, especialmente quando elas forem gratuitas.

É claro que existem diversas emoções que podem ser despertadas no seu público-alvo, cada uma com um objetivo diferente, a depender da sua estratégia de marketing.

É claro que existem diversas emoções que podem ser despertadas no seu público-alvo, cada uma com um objetivo diferente, a depender da sua estratégia de marketing. Eu listei estas 3 emoções pois, atualmente são consideradas as mais utilizadas por profissionais de marketing por e-mail.

Tenha uma linha de assunto responsiva

Atualmente, 67% das taxas de aberturas de e-mail são realizadas em dispositivos móveis. Portanto é fundamental que a sua linha de assunto não seja grande o suficiente a ponto de ser cortada quando visualizada nos dispositivos.

Certifique-se que sua linha de assunto não é muito longa. Sugiro que ela tenha no máximo 50 caracteres, para garantir que as pessoas consigam ver toda a sua linha de assunto na caixa de entrada do e-mail.

Conclusão

A linha de assunto é um dos itens mais importantes do e-mail marketing, pois ela gera uma espécie de primeira impressão que seu público-alvo vai ter da sua empresa, produto ou serviço.

Embora não se possa atribuir todo o sucesso da campanha de marketing por e-mail a linha de assuntos, por diversos fatores, ela ainda é um item que deve ser elaborado com cuidado.

Neste artigo, você teve acesso a algumas práticas recomendadas quando se fala em linha de assunto, tais como:

  •         Use linhas de assunto curtas;
  •         Não use nomes de remetentes desconhecidos;
  •         Não utilize termos que podem ser considerados spam;
  •         Segmente sua lista de e-mail para decidir qual linha de assunto é mais adequada;
  •         Se você fez uma promessa na sua linha de assunto, é melhor cumpri-la;
  •         Algumas emoções que podem ser despertadas na sua linha de assunto;
  •         Faça sua linha de assunto responsiva para os dispositivos móveis.

Deixe uma resposta

Fechar Menu