Descubra a Importância de Planejar Uma Estratégia de E-mail Marketing

Quando falamos de ações de marketing é fundamental que exista uma estratégia bem estruturada para compor todas as etapas do planejamento.

Mas, por que planejar? Como o planejamento pode impactar o resultado das suas campanhas de e-mail marketing?

O planejamento existe para evitar o que nenhum tipo de negócio gosta: perder dinheiro.

As etapas do planejamento são fundamentais para identificar e coibir qualquer tipo de erro que possa interferir na estratégia do e-mail marketing do seu negócio.

Por isso, apesar de exigir certo nível de conhecimento e tempo, o planejamento pode ser o segredo do sucesso.

Você conhece todas as etapas de planejamento de um e-mail marketing? Não? Então acompanhe a seguir algumas dicas que preparei.

Etapas de planejamento para o e-mail marketing

Para executar um bom planejamento, é necessário que se conheça todas as etapas de planejamento de maneira efetiva. Por isso, fiz um passo a passo com todas as etapas de um planejamento ideal para e-mail marketing.

  • Passo 1: Diagnóstico do marketing da organização

Aqui é importante conhecer todas as ações de marketing realizadas por sua empresa, o índice de vendas e também as formas de se comunicar com seu público.

A partir deste diagnóstico que será possível iniciar ações de e-mail marketing. Quanto mais embasamento você tiver, maior será sua assertividade no desenvolvimento do projeto.

  • Passo 2: Traçando objetivos

Aqui temos um ponto de atenção. Depois que o diagnóstico é feito, parece simples traçar objetivos, mas devemos ir com calma. Primeiro responda a seguinte questão: O que eu busco alcançar?

Pode ser aumentar a taxa de vendas, criar relacionamento com os públicos de interesse, aumentar o engajamentos e até mesmo isso tudo junto, porém aqui deve se estabelecer exatamente o objeto de foco (aumentar o engajamento nas vendas, no relacionamento com o cliente e etc).

É muito importante que seja algo consistente e que possa resolver o ponto de melhoria encontrado na fase de diagnóstico.

  • Passo 3: Conquiste uma boa lista de e-mails

A lista de e-mails é fundamental para que a sua estratégia de e-mail marketing seja bem-sucedida. Afinal, você precisa ter um público para enviar o conteúdo produzido.

Para a captação de e-mails é importante que você possua uma Landing Page bem estruturada e que tenha ações de relacionamento e aumento de audiência – tudo de maneira constate.

Uma boa alternativa para conseguir uma lista eficiente é trabalhar a produção de conteúdos de qualidade e adaptados à realidade do Lead.

  • Passo 4: Crie uma persona

A persona nada mais é que a seleção das principais características da sua audiência, sintetizadas em uma simulação de quem seria o seu público-alvo e quais seriam seus interesses.

Esse exercício ajuda a entender melhor com quem você está dialogando e assim criar ações que estejam alinhadas com o que seus Leads esperam.

  • Passo 5: Defina o tipo de e-mail marketing

O tipo de e-mail marketing vai depender da natureza do seu negócio. Não existe um tipo de e-mail marketing que sirva para todos.

Por isso, é fundamental que você conheça os vários formatos de e-mail marketing:

O envio de e-mails marketing para promoção é ideal para varejistas e lojas que buscam aumentar o número de vendas e até mesmo fidelizar clientes.

Já o envio de newsletter, com o objetivo de fomentar o relacionamento com a audiência, é o mais versátil e o ideal para dialogar com diversos públicos, como: clientes, fornecedores e entidades de classe.

Para a captação de novos clientes é necessário que o envio de e-mail marketing seja mais cuidadoso e detalhado, pois requer uma lista de e-mail de pessoas que nunca tiveram contato comercial com a sua marca.

E por último, o disparo de e-mail marketing com o objetivo de fidelização de clientes é também uma ótima estratégia, desde que ofereça vantagens reais para os clientes e tenha conteúdo considerado relevante para o contexto de fidelização.

  • Passo 6: Tenha um calendário de publicação

Nesse calendário, as ações para cada período são detalhadas de acordo com a realidade da empresa e o comportamento do seu público-alvo. Para exemplificar, vamos levar em consideração um negócio de agências de viagens, em que as ações poderão ser concentradas em períodos de férias.

Os disparos devem ser programados levando uma série de fatores em consideração, como: horário, data, assunto e promoções.

Quais os benefícios desse planejamento?

  1. Minimiza as chances de erros

Quando você planeja, consegue identificar onde estão os pontos de riscos da ação e assim trabalhar para resolver tais problemas antes mesmo que eles aconteçam.

Mas, em quais das etapas está contemplada a identificação dos riscos? A resposta é: todas. Em todas as etapas do planejamento você consegue trabalhar na identificação e prevenção de problemas por meio de estratégias de qualquer natureza.

O planejamento é responsável por 60% do sucesso da sua estratégia de e-mail marketing.

E se mesmo ao final do plano as coisas não tiverem o resultado esperado, o planejamento também funcionará como bom indicador de onde o erro ocorreu. Basta identificar em quais das etapas houveram falhas.

Porém, para garantir a efetividade do planejamento é necessário seguir suas etapas de maneira cautelosa e fazendo todos os levantamentos devidos.

2-   Aumento das vendas

Agora temos a parte boa. Com as ações de e-mail marketing bem estruturadas, a chance de você converter o Lead em vendas aumenta exponencialmente.

A conversão é o objetivo de todas as ações de Marketing Digital, não é mesmo? O e-mail marketing pode ser muito efetivo na hora de te ajudar a cumprir esse objetivo.

Porém, somente o planejamento vai garantir que todos os detalhes da ação estejam funcionando de maneira efetiva e é exatamente isso que garante o sucesso.

Vale lembrar que a conversão irá depender do tipo de e-mail marketing que você dispara. Afinal, conforme já mencionei por aqui, a newsletter é de cunho informativo e a taxa de conversão será menor ou até mesmo inexistente devido a diferença de objetivos.

Porém, isso não quer dizer que a newsletter não seja um bom tipo de e-mail marketing, ao contrário, ela cria relacionamento e prepara a audiência para os e-mails promocionais.

3-   Criação e fomento de relacionamento com os Leads

A criação e fomento de relacionamentos são estratégias extremamente valiosas nos dias de hoje, pois com o aumento da concorrência, a fidelização é algo bastante estratégico.

O relacionamento estreita os laços entre a empresa e seu público-alvo, ajudando na fidelização e também aumentando o diálogo.

Além disso, o e-mail marketing também funciona como uma ferramenta poderosa de comunicação, o que torna a relação com os stakeholders ainda mais transparente.

E ainda, com o relacionamento bem estabelecido, as chances de você converter o Lead em vendas também aumenta significativamente.

4-   Aumento da exposição da marca

Um estudo da Webshoppers mostrou que 90% das pessoas que possuem acesso à internet também usam contas de e-mails, sendo que 60% desse mesmo público acessa a conta de e-mail todos os dias.

Com essa informação em mente, faz sentido que você também use uma ferramenta de e-mail para se comunicar?

Além disso, o estigma de que o e-mail marketing só serve de spam, aos poucos dá lugar a uma nova fama que mostra realmente tudo que essa ferramenta pode oferecer aos negócios.

Pois, quando você cria e trabalha com uma lista de clientes de maneira orgânica, não existe a situação em que o Lead – aquela pessoa que recebe o e-mail marketing, esteja recebendo essa comunicação sem autorização ou interesse prévio.

O Lead que se inscrever para receber e-mails marketing da sua empresa realmente quer isso porque está interessado nas informações e promoções que você pode oferecer.

Além disso, com o e-mail marketing você pode alcançar um grande número de pessoas, sem precisar investir grandes montantes de dinheiro em comunicação em veículos de comunicação de massa ou até mesmo patrocínio nas redes sociais, que nem sempre acabam sendo tão efetivo quanto o e-mail marketing.

5-  Redução de custos e baixo investimento

Por essa você não esperava. Mas essa redução de custos tem uma razão simples e muito transparente: a assertividade.

Quando a comunicação com o Lead é estabelecida e cada vez mais surte resultados efeitos, fica claro que os custos destinados a ações de marketing são apenas na manutenção desse relacionamento acrescido de algumas ações pontuais.

Bem diferente daquelas milhares de ações promovidas, que muitas vezes não apresentavam os resultados necessários, e ainda custavam uma fortuna para a sua empresa.

Ações de e-mail marketing não são caras e podem se sustentar a longo prazo com o investimento inicial e ainda oferece resultados mais assertivos que as demais ações.

Conclusão

O planejamento é fundamental para garantir o sucesso das suas campanhas de e-mail marketing.

Por isso, é necessário ter ações de planejamento bem estruturadas nos seis passos que mostrei hoje e também trabalhar para atingir os objetivos estabelecidos.

Assim você consegue atingir com efetividade os cinco benefícios de trabalhar o planejamento de e-mail marketing de maneira efetiva que mostrei por aqui.

Todos os passos apresentados podem ser adaptados de acordo a necessidade de cada empresa.

Deixe uma resposta

Fechar Menu